Suportando a noite

A noite talvez seja o período mais solitário para a mãe. Quando a casa inteira dorme e só ela vaga, olhando se os filhos estão bem, se as portas estão trancadas, luzes apagadas.

Nessa hora ela pensa na vida, cobre o filho. Amamenta ou prepara a mamadeira. O filho chora e ela se sente tão cansada. Com sono. Com raiva porque está ali sozinha fazendo aquilo tudo, sempre, tudo ela.

O que resta senão suportar a noite? Se aconchegar nos filhos, sentir seu cheiro e pensar “um dia você vai ser do mundo, mas agora você é só meu”. E não sentir-se tão só, por um breve instante.

Cila Santos

Cila Santos

https://cilasantos.medium.com

Escritora, feminista, mãe e ativista pelos direitos das mulheres e das crianças. Segue trincando os dentes e indo em frente. Vamos juntas?

Posts Relacionados

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *